Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Stellantis confirma novo carro em Porto Real; fábrica completa 20 anos

Indústria | 01/02/2021 | 14h14

Stellantis confirma novo carro em Porto Real; fábrica completa 20 anos

Novidade provavelmente será um SUV Citroën que vai suceder o hatch C3

REDAÇÃO AB

Ao comemorar o aniversário de 20 anos da fábrica de Porto Real (RJ) – inaugurada em 2001 pela PSA –, a Stellantis anunciou na que irá produzir um novo veículo na unidade a partir do segundo semestre deste ano, sobre a variante da plataforma global CMP – a mesma que já equipa o novo Peugeot 208 produzido na Argentina. A novidade deverá ser um SUV compacto que irá suceder o Citroën C3.





A fábrica Sul-Fluminense foi a primeira da PSA no Brasil, iniciou a operação há duas décadas produzindo os modelos Peugeot 206 e Citroën Xsara Picasso. A partir de 2002 começou a fabricar motores. Duas décadas depois, a planta soma mais de 1,7 milhão de veículos e 2 milhões de motores produzidos. A unidade tem capacidade instalada para 150 mil veículos/ano em dois turnos, mas atualmente trabalha com elevada ociosidade, em apenas um turno com 1,4 mil empregados.

Estão em produção em Porto Real no momento o Peugeot 2008 e os Citroën C3, Aircross e C4 Cactus, todos sob plataforma antiga da PSA que está em processo de substituição pela CMP na Europa, onde um novo 2008 está sendo lançado, mas que segundo a empresa seguirá sendo aplicada por aqui com a continuidade dos modelos em fabricação, mesmo após a fusão com a FCA na Stellantis, que planeja reduzir e compartilhar o número de plataformas globais do grupo.

“Ao longo dessas duas décadas, a fábrica de Porto Real tem recebido investimentos constantes em processos e sistemas de produção e no desenvolvimento de pessoas e talentos, a fim de levar o melhor em qualidade a seus consumidores”, disse Antonio Filosa, que era o presidente da FCA Latam e desde o início deste ano, com a fusão, tornou-se presidente da Stellantis para a América do Sul. “Além disso, com sua grande vocação exportadora, a planta tem gerado importantes divisas para a região Sul-Fluminense e para o País, sendo ainda um importante polo gerador de renda e de emprego para toda a cadeia automotiva local”, acrescentou.

De acordo com a empresa, a implantação da variante da plataforma CMP no complexo de Porto Real exigiu investimentos de R$ 220 milhões na unidade desde 2019 e acelerou a modernização que já vinha ocorrendo no local há algum tempo. A nova estrutura pode ser usada como base para hatches, sedãs e SUVs compactos e médios e ainda tem a vantagem de poder acomodar sistemas de propulsão convencionais (a combustão) e elétricos.

“Entre 2016 e 2018 investimos cerca de R$ 580 milhões para manter a fábrica de veículos de Porto Real cada vez mais moderna e dotada de alta competitividade, com a adoção de inéditos processos industriais e de várias novas tecnologias em preparação para o lançamento do Citorën C4 Cactus”, recordou Jean Mouro, vice-presidente sênior de operações da América do Sul. “Em 2019, essa transformação se acelerou com o lançamento do novo Peugeot 2008; como resultado, em 2020 Porto Real chegou a figurar por duas vezes como a Top 1 no ranking mensal mundial de qualidade envolvendo todas as fábricas da empresa (PSA) antes da fusão que originou a Stellantis”, completou.



Tags: Indústria, Stellantis, fábrica, Porto Real, 20 anos, Peugeot, Citroën, C3, SUV compacto, Antonio Filosa, Jean Mouro.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now