Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Segunda onda da pandemia pode brecar vendas de carros híbridos e elétricos no País

Mercado | 12/02/2021 | 16h12

Segunda onda da pandemia pode brecar vendas de carros híbridos e elétricos no País

Estudo revela desaceleração na comercialização de veículos eletrificados

REDAÇÃO AB

Informações levantadas consultoria MegaDealer dão conta que as vendas veículos híbridos e elétricos zero-quilômetro desaceleraram nos dois últimos meses do ano passado. O estudo aponta que giro de estoque desses modelos registrado em dezembro pelas revendedoras foi de 47 dias para a compra efetiva, contra 30 dias verificados em agosto e outubro, segundo dados analisados de 5.245 negociações realizadas por concessionárias cadastradas na plataforma Auto Avaliar.





“Precisamos entender se o mercado vai se comportar da mesma maneira como ocorreu na primeira onda, quando o giro de estoque chegou a 73 dias em média em junho, e quando ele vai conseguir recuperar novamente”, afirma Fabio Braga, diretor geral da MegaDealer no Brasil. “Apesar desta desaceleração, os números mostram que os elétricos e híbridos já se tornaram uma opção de compra levada em consideração pelo brasileiro, afinal o mercado passou de aproximadamente 12 mil híbridos e elétricos vendidos em 2019 para quase 20 mil em 2020”, destaca.

PREÇO MÉDIO DO CARRO HÍBRIDO OU ELÉTRICO SUPERA R$ 270 MIL



Ainda segundo o estudo, com opções limitadas no mercado, muitas delas oferecidas só por marcas premium, o preço dos carros híbridos ou elétricos ultrapassa a casa dos três dígitos. E assim como este segmento cresceu em 2020, o preço médio também subiu. O brasileiro gastava pouco mais de R$ 157 mil em um modelo híbrido ou elétrico em 2019, já a partir do segundo semestre de 2020 esse valor aumentou muito, ultrapassando R$ 271 mil. “E se excluirmos os dados da Toyota, que lidera as vendas do setor com os modelos Corolla e RAV4, esse valor é ainda maior, chegando a R$ 357 mil”, destaca Braga

“Apesar da desaceleração provocada pela nova onda da pandemia, este é um setor que ainda deverá crescer muito nos próximos anos”, acredita J. R. Caporal, CEO da Auto Avaliar. “Cada vez mais o brasileiro está em busca de veículos menos poluentes, mais econômicos e a indústria tem preparado novos lançamentos para atender esse público. Essa será uma das grandes tendências quando houver a retomada da economia”, aposta.



Tags: Carros híbridos, carros elétricos, vendas, MegaDealer, Auto Avaliar, estudo.

Comentários

  • Denis

    Comuma população com renda média per capta baixa e um veículo muito caro, vai demorar muito tempo até a eletrificação ganhar escala no Brasil.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now