Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Volvo vai abandonar motor à combustão até 2030 e só fazer vendas 100% on-line

Elétricos | 02/03/2021 | 15h42

Volvo vai abandonar motor à combustão até 2030 e só fazer vendas 100% on-line

Fabricante sueca decidiu que vai produzir somente carros elétricos, deixando de fazer até os híbridos

WILSON TOUME, PARA AB

A Volvo Cars anunciou na terça-feira, 2, que vai deixar de produzir automóveis com motores de combustão interna a partir de 2030, inclusive híbridos, passando a construir somente veículos totalmente elétricos. A decisão é o passo seguinte do plano divulgado há dois anos, segundo o qual metade de todos os carros da marca sueca até 2025 serão movidos a eletricidade, enquanto a outra metade será de híbridos plug-in. A meta, de acordo com a empresa, é tornar-se líder no mercado de automóveis elétricos premium.





“Não há um futuro de longo prazo para carros com motor de combustão interna”, afirmou Henrik Green, diretor de tecnologia da Volvo Cars. “Estamos muito comprometidos em nos tornarmos uma fabricante de carros exclusivamente elétricos e a transição deve ocorrer até 2030; isso permitirá atender as expectativas de nossos clientes e sermos parte da solução quando se trata de combater as mudanças climáticas”, completou.

Ainda de acordo com a Volvo, esse ambicioso plano é amparado pela crescente procura pelos modelos eletrificados da marca nos últimos anos, assim como a convicção de que o mercado de veículos com motores a combustão está ficando cada vez menor.

“Para seguirmos bem-sucedidos, precisamos de crescimento lucrativo. Portanto, em vez de investir em um negócio que está encolhendo, optamos por investir no futuro – elétrico e on-line”, disse Hakan Samuelsson, CEO da Volvo Cars.



“Estamos totalmente focados em nos tornarmos líderes desse segmento de veículos elétricos premium que vem apresentando rápido crescimento”, acrescentou o executivo. Vale lembrar que a Volvo lançou seu primeiro modelo totalmente elétrico (o XC40 Recharge) apenas no ano passado, mas tem planos de ampliar seu portfólio de BEVs (battery electric vehicles) nos próximos anos, e a primeira novidade, o C40, foi apresentada no mesmo evento da terça-feira.

VENDAS SERÃO FEITAS APENAS VIA ON-LINE



A decisão da Volvo Cars de produzir somente veículos elétricos vem acompanhada de outra mudança radical: comercializar seus carros apenas de maneira digital, pela internet. De acordo com a empresa, a ideia é tornar o processo de compra mais transparente e confiável e para isso serão feitos investimentos maciços nos canais de venda da marca, assim como na redução das complexidades na oferta de produtos.

“O futuro da Volvo Cars é definido por três pilares: elétrico, on-line e crescimento”, declarou Lex Kerssemakers, chefe de operações comerciais globais da empresa. “Queremos oferecer aos nossos clientes a tranquilidade e uma maneira despreocupada de ter um Volvo, eliminando a complexidade ao obter e dirigir o veículo; simplificação e conveniência são essenciais para tudo o que fazemos”, disse.

Os investimentos nas plataformas de venda on-line não significam, contudo, que os concessionários serão deixados de lado no futuro. Segundo a empresa, eles seguirão tendo papel fundamental na experiência do cliente com a marca, respondendo por diversos serviços importantes, como preparação, entrega e a manutenção dos veículos. “On-line e off-line precisam ser totalmente integrados”, acrescentou Kerssemakers. “Onde quer que o cliente esteja durante a sua jornada – on-line, em um showroom ou dirigindo o carro – a experiência deve ser a melhor possível”, concluiu.

Assim, o atual programa de carro por assinatura da marca, o Care by Volvo, será ampliado, a fim de proporcionar maior comodidade. Ao adquirir seu Volvo elétrico on-line, o carro virá com um pacote de conveniências que inclui garantia, assistência em viagens, seguro e opções de aparelhos de recarga domésticos. Por meio do site, os clientes vão poder optar entre modelos pré-configurados para pronta entrega ou montar o carro de acordo com sua preferência. Tudo com preços definidos e em processos transparentes, o que elimina as cansativas negociações e gera mais confiança. A Volvo só não informou quando vai dar início a esse processo, nem quando pretende concluí-lo ou quanto vai investir na operação.



Tags: Elétricos, Volvo Cars, hibridos, motores de combustão interna, vendas, online, Henrik Green, Hakan Samuelsson, Lex Kerssemakers.

Comentários

  • CelsoPereira Barreto

    Colegas Aconta não fecha onde vai se obter energia elétrica para tocar toda essa frota de carros? Entendo que a energia vai ser obtida por termoelétricas portanto a poluição fica concentrada na região das termoeletricas

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now