Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Volvo CE Latin America cresceu 9,3% em 2020 e projeta evolução neste ano
Compactador SD1108 passou a ser produzido no Brasil

Máquinas | 09/03/2021 | 16h58

Volvo CE Latin America cresceu 9,3% em 2020 e projeta evolução neste ano

Os bons resultados foram obtidos em todo o continente e a expectativa é repetir o desempenho em 2021

WILSON TOUME, PARA AB

A Volvo CE (Construction Equipment) divulgou seus resultados referentes a 2020 na terça-feira, 9, em evento transmitido pela internet. Mesmo com a pandemia, a empresa registrou números positivos no ano, incluindo exportações. Não é à toa que, com previsão de manter esse ritmo, a montadora – que possui fábrica em Pederneiras, no interior paulista – contratou 250 colaboradores, iniciou a nacionalização de dois modelos de carregadeiras e lançou um novo compactador de solo produzido no País.

“O setor de equipamentos de construção teve um bom desempenho de maneira geral, mesmo em um ano desafiador por causa da pandemia!, afirmou Luiz Marcelo Daniel, presidente da Volvo CE Latin America. A empresa informou ainda que, pela primeira vez em seis anos, impulsionado pelo Brasil, o mercado latino-americano de máquinas (de todas as marcas) contabilizou 31.932 unidades entregues, o que representa crescimento de 9,3% frente aos 29.211 modelos do ano anterior. As entregas da Volvo CE na América Latina, incluindo os modelos da SDLG, apresentaram crescimento de 18,6% no período, o dobro da média do mercado.

O mercado nacional foi responsável por cerca de dois terços das vendas de todas as marcas no continente, totalizando 21.940 unidades em 2020, o que significa crescimento de 32,2% quando comparadas às 16.598 máquinas comercializadas no ano anterior. “É o terceiro ano consecutivo em que o mercado brasileiro cresce de forma relevante, dobrando de tamanho nos últimos três anos e encerrando 2020 acima do patamar de 20 mil unidades, fato que havia acontecido pela última vez em 2014”, observou o presidente da Volvo CE Latin America.

NOVOS PRODUTOS, EXPORTAÇÕES E MAIS EMPREGOS



Mesmo enfrentando problemas com a cadeia de fornecedores e a falta de insumos por conta da pandemia – como quase todas empresas do setor automotivo – a Volvo CE Latin America conseguiu fazer sua produção crescer 19% no ano passado em relação a 2019, e com perspectiva de manter o bom desempenho, está finalizando a contratação de 250 funcionários para atuarem na linha de produção. Com isso, a fábrica de Pederneiras vai contar com 621 pessoas, o maior número de colaboradores desde 2013 e quase o dobro do registrado na época pré-pandemia.

Uma das razões para esse otimismo são as exportações. Por conta das medidas adotadas para conter o avanço da Covid-19, a recuperação dos mercados da região começou apenas no terceiro trimestre do ano passado, acelerando nos últimos três meses. “Acreditamos que temos potencial importante de crescimento de volumes nesta região para este ano”, declarou Luiz Marcelo Daniel.

A outra é a ampliação da produção da fábrica, com a nacionalização de dois modelos de carregadeiras de grande porte, a L150H e a L180H, que antes eram importadas da Suécia. Com isso, a planta brasileira passa a produzir cerca de 70% dos produtos oferecidos no mercado nacional. Mais uma novidade é o compactador de solo SD1108, que substitui o SD105 e que também está sendo produzido em Pederneiras. Por fim, a Volvo CE está lançando uma versão atualizada do programa Co-Pilot, sistema de assistência ao operador, que traz um novo conjunto de aplicativos.



Tags: Máquinas, Volvo CE Latin America, equipamentos, fábrica, Pederneiras, carregadeiras, compactador de solo, Luiz Marcelo Daniel.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now