Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Fabricante do iPhone planeja produzir carro elétrico nos EUA ou México
Foxconn já tem negociações para produzir modelos elétricos para startups americanas

Elétricos | 16/03/2021 | 12h09

Fabricante do iPhone planeja produzir carro elétrico nos EUA ou México

Foxconn é apontada como uma das empresas que podem fabricar o automóvel da Apple

REDAÇÃO AB

A Foxconn, o maior fabricante de celulares iPhone para a Apple, vai escolher entre o México e o estado de Wisconsin, Estados Unidos, como local da sua primeira fábrica de veículos elétricos neste ano, segundo a agência Bloomberg.

Como a empresa já possui fábricas nos dois países, ela poderia usar a estrutura, a mão-de-obra qualificada e os talentos de engenharia já existentes para dar início ao novo projeto, explicou o presidente da Hon Hai Precision Industry Co., unidade principal da Foxconn, Young Liu, em uma entrevista coletiva em Taiwan na terça-feira, dia 16.

Não é segredo que a Foxconn quer replicar o mesmo sucesso na produção dos iPhones com os automóveis, já que cada vez mais eles recebem um conteúdo tecnológico maior. Especialistas do mercado apontam a empresa como uma das cotadas para montar o carro elétrico que há mais de uma década a Apple deseja fazer (leia aqui).

ACORDOS COM FISKER E BYTON



Mas o presidente da Foxconn fez questão de fugir das especulações quando questionado sobre o assunto, dizendo apenas que o projeto do carro com a Apple divulgado era "um boato". Liu disse que a Foxconn está trabalhando na finalização de um acordo de joint venture com a Fiat Chrysler Automobiles, agora parte da Stellantis, e também está conversando com empresas americanas de automóveis elétricos com as quais ainda não anunciou acordos.

Segundo a Bloomberg, Foxconn assinou em janeiro um acordo de manufatura com a startup chinesa de veículos elétricos Byton para iniciar a produção em massa do Byton M-Byte no primeiro trimestre de 2022. Em fevereiro, ela fechou outro acordo com a startup americana Fisker para um modelo elétrico que será construído pela Foxconn e exportado para EUA, Europa, China e Índia. A produção está prevista para o quarto trimestre de 2023.

CRESCIMENTO DE CELULAR EM QUEDA



Em outubro, a empresa apresentou seu primeiro chassi de veículo elétrico e uma plataforma de software com o objetivo de ajudar os fabricantes de automóveis a lançar modelos no mercado com maior rapidez. No mês passado, Liu disse que dois veículos leves baseados na plataforma seriam revelados no quarto trimestre, com a Foxconn também planejando ajudar a lançar um ônibus elétrico na mesma época.

Liu ressaltou que a empresa tem como meta uma participação de 10% no mercado de carros elétricos e disse que ela poderia produzir uma bateria de estado sólido antes de sua meta originalmente declarada de 2024.

Ainda de acordo com a Bloomberg, a Foxconn está se voltando para os veículos à medida que o crescimento dos smartphones está parando. O volume de produção global de celulares, o principal negócio da empresa, caiu por três anos a partir de 2018, embora deva se recuperar este ano, conforme a demanda se recupera após a pandemia.



Tags: Elétricos, Foxconn, Apple, Byton, Fisker, Indústria, Tecnologia, México, Estados Unidos, .

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now