Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Lamborghini e Porsche batem recorde em 2020
A Lamborghini entregou mais de 4,3 mil unidades do SUV Urus no ano passado

Balanço | 19/03/2021 | 16h35

Lamborghini e Porsche batem recorde em 2020

Nem a pandemia impediu as duas marcas de luxo do Grupo VW de obter as melhores marcas da sua história

REDAÇÃO AB

Lamborghini e Porsche, duas das marcas mais luxuosas que integram o grupo Volkswagen, apresentaram excelentes números em 2020, de acordo com seus balanços, divulgados recentemente. Para se ter ideia, a marca italiana contabilizou o ano mais lucrativo de sua história e o segundo melhor em termos de volume de vendas e de negócios, enquanto a Porsche registrou seu novo recorde de receitas em 2020, com € 28,7 bilhões, ou mais de € 100 milhões que no ano anterior.

Stephan Winkelmann, CEO e presidente da Lamborghini reconheceu que, em um primeiro momento, ficou surpreso com o resultado, mas afirmou que a agilidade da empresa foi determinante para o bom desempenho. “Nossa rápida capacidade de resposta, aliada a combinação de modelos ideal e a crescente procura pela customização de nossos produtos levou a lucratividade aos níveis mais altos”, declarou.

Embora não tenha revelado todos os detalhes de seus resultados, a Lamborghini afirma que encerrou o ano fiscal de 2020 com um faturamento de € 1,61 bilhão, o que representa retração de 11% frente ao obtido em 2019 (como comparação, a Ferrari teve queda de 13% no ano passado). O recuo foi justificado pela paralisação de 70 dias seguindo as recomendações do governo italiano para conter a crise da Covid-19.

Em 2020, a Lamborghini entregou 7,4 mil veículos em todo o mundo, número que corresponde ao segundo melhor resultado de vendas da montadora, atrás apenas do recorde de 2019, quando 8,2 mil unidades foram comercializadas. O bom desempenho em vendas do SUV Urus e do superesportivo Sian também foram decisivos para a marca italiana superar 2020 com alguma tranquilidade. Winkelmann acrescentou: “O ano de 2021 começou com uma perspectiva muito positiva, com as entregas nos dois primeiros meses já tendo superado as do mesmo período do ano passado, e os pedidos recebidos até agora já garantem nove meses de produção”.

PORSCHE TAMBÉM TEVE BOM DESEMPENHO



Assim como na Lamborghini, os executivos da Porsche também tiveram motivos para sorrir em 2020. Afinal, ao contabilizar receitas de € 28,7 bilhões no ano passado, a empresa registrou um novo recorde, superando o total de 2019 em mais de € 100 milhões. O lucro operacional, porém, foi de € 4,2 bilhões, contra € 4,4 bilhões conseguidos no ano anterior, enquanto o retorno sobre as vendas foi de 14,6%, ficando dentro da meta estratégica estipulada pela companhia (que levou em conta a situação econômica tensa), segundo comunicado.


O elétrico Taycan contribuiu para os bons resultados da Porsche em 2020

Dessa forma, a Porsche afirma que os bons números conseguidos em 2019 foram praticamente mantidos no ano passado, mesmo com a paralisação temporária da produção. A fabricante alemã entregou mais de 272 mil veículos aos clientes de todo o mundo, o que significa uma redução de apenas 3% em relação ao total de 2019. O lucro antes dos impostos foi de € 4,4 bilhões com aumento (não revelado) na comparação com 2019. “O exercício de 2020 foi um sucesso para a Porsche, apesar das circunstâncias”, afirmou Oliver Blume, presidente do conselho executivo da empresa.

“Não estamos cortando empregos ou nos livrando de nenhuma filial, pelo contrário, estamos investindo em nossos funcionários e em nosso futuro, isso está valendo a pena”, observou Lutz Meschke, vice-presidente do conselho executivo da Porsche. “A aumentamos nossa eficiência e reduzimos o limiar de lucro, assim, queremos atingir o nosso objetivo estratégico de retorno operacional sobre as vendas de 15% em 2021, apesar da situação econômica”, completou.

“Estamos muito orgulhosos de nossos números nos negócios. Apesar dos inúmeros desafios, alcançamos nossa meta estratégica com um retorno operacional sobre as vendas de 14,6% ”, disse Lutz Meschke, vice-presidente do conselho executivo da Porsche





Tags: Balanço, Lamborghini, Porsche, 2020, mercado vendas, entregas, mercado, pandemia, Stephan Winkelmann, Oliver Blume, Lutz Meschke.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now