Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas da Jeep crescem 29% no trimestre antes dos lançamentos de 2021
Compass 2022: primeiro dos três lançamentos mais importantes da Jeep em 2021 para impulsionar as vendas

Mercado | 05/04/2021 | 17h19

Vendas da Jeep crescem 29% no trimestre antes dos lançamentos de 2021

Avanço da pandemia não arrefece desempenho recorde da marca

PEDRO KUTNEY, AB

Nem o avanço da pandemia de coronavírus no País arrefeceu o desempenho recorde da Jeep no primeiro trimestre. Com quase 34 mil emplacamentos nos três meses, a marca apurou expressivo crescimento de 29% na vendas em comparação com o mesmo período de 2020 – enquanto a média do mercado de veículos leves no período foi de queda de 6,5% em relação ao ano anterior. Assim a Jeep saltou do oitavo para o quinto lugar no ranking das mais vendidas do País, isso com apenas dois modelos produzidos no Brasil, Compass e Renegade, que juntos representam mais de 98% das vendas da fabricante.

“Felizmente o momento não é igual ao que aconteceu há um ano na primeira onda da Covid-19. Desta vez os canais on-line já estavam funcionando, as concessionárias continuaram vendendo mesmo em locais onde foi decretado o fechamento do comércio. Assim, com os lançamentos que estamos fazendo, esperamos aumentar ainda mais as vendas, mesmo com as medidas de restrição, que tendem a diminuir com o avanço da vacinação nos próximos meses”, explica o diretor comercial Everton Kurdejak.

A expectativa de continuação do crescimento em 2021 é sustentada por três importantes lançamentos planejados no ano, a começar pelo Compass 2022 que chega às concessionárias em maio com a nova opção de motor turbo flex 1.3 de 185 cavalos; o novo SUV de sete lugares (que vem sendo chamado de Grand Compass) deve começar a ser vendido em agosto; e também no segundo semestre está prevista a importação de um Jeep híbrido plug-in, provavelmente o Renegade 4xe.

Também ajuda a impulsionar as vendas o lançamento de séries especiais comemorativas dos 80 anos da marca, com a oferta iniciada na segunda-feira, 5, de configurações especiais dos modelos Wrangler, Grand Cherokee, Compass e Renegade. A Jeep prevê que este ano cerca de 20% das vendas de seus dois modelos nacionais sejam da série especial, que está prevista para ser encerrada em dezembro, mas poderá ser estendida se houver demanda.

Outra novidade que costuma atrair mais clientes é a renovação do sistema de conectividade e infoentretenimento dos dois Jeep nacionais. A partir deste mês todas as versões do Renegade, e em maio do Compass, poderão incorporar opcionalmente o Adventure Intelligence, sistema que conecta o carro à internet por meio de um chip 4G da TIM, que garante wi-fi a bordo, bem como monitoramento e ativação de funções do carro remotamente pelo smartphone, computador ou assistente virtual por voz Alexa.

Ao menos este ano, não está nos planos nenhuma novidade de motorização para o Renegade, que seguirá sendo oferecido com o velho motor flex 1.8 ou 2.0 diesel. Por enquanto, o novo motor turbo flex será aplicado só no Compass, mas é quase certo que a partir de 2022 também seja estendido ao irmão menor.



Tags: Jeep, mercado, ranking, resultado, vendas, desempenho, Compass, lançamento, Stellantis, SUV, pandemia, coronavírus, Covid-19.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now