Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Vendas reagem em março, mas trimestre teve retração em relação a 2020

Mercado | 06/04/2021 | 15h02

Vendas reagem em março, mas trimestre teve retração em relação a 2020

Segundo a Fenabrave, março registrou crescimento de 8,3% nas vendas, mesmo com fechamento de lojas em várias cidades

REDAÇÃO AB

De acordo com o balanço mensal divulgado pela Fenabrave (entidade que reúne as concessionárias no País) na terça-feira, 6, em março o mercado de automóveis contabilizou crescimento de 8,3% nos emplacamentos de veículos na comparação com o mesmo mês de 2020 – que ficou marcado pelo início da pandemia de Covid-19. Foram comercializadas 269.944 unidades no terceiro mês deste ano, contra 249.357 modelos no ano passado. Em relação a fevereiro de 2021, quando foram licenciados 242.066 exemplares, o resultado de março é ainda melhor, com alta de 11,5%.

“Muitas dessas vendas já tinham sido realizadas nos meses anteriores, e os clientes estavam aguardando a entrega dos veículos pelas fabricantes, o que ocorreu em março”, explicou Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave. “Isso justifica o bom desempenho do mês, mesmo com o fechamento do comércio em estados importantes, como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, por exemplo”, completou.

A entidade também observou que, apesar do bom resultado de março, o trimestre fechou com 786.083 automóveis emplacados, o que representa queda de 6,5% na comparação com o mesmo período de 2020 (anterior ao anúncio da pandemia), no qual foram vendidos 841.173 veículos.

O presidente da Fenabrave destacou ainda que o setor continua enfrentando dificuldades por conta da falta de produtos provocada pelos problemas na cadeia de suprimentos das montadoras e pelas restrições de circulação – medidas necessárias para tentar conter o avanço nos casos de contaminação pela Covid-19. Nos Estados onde a situação está mais crítica, apenas as oficinas das concessionárias estão atendendo clientes, já que são consideradas serviços essenciais.

Por fim, devido às incertezas vividas pelo setor no momento, a Fenabrave decidiu não rever as projeções para 2021 ao final do primeiro trimestre, como faz regularmente. “Aguardaremos a evolução da pandemia e seu impacto no cenário econômico para podermos avaliar melhor as projeções e indicadores do setor, o que deve ocorrer até o final do primeiro semestre”, afirmou Assumpção Júnior.



- Faça aqui o download dos dados da Fenabrave
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Mercado, Fenabrave, balanço, março, alta, trimestre, retração, pandemia, Covid-19, Alarico Assumpção Júnior.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now