Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Yamaha vai suspender produção de motos em Manaus
Fábrica da Yamaha em Manaus: férias coletivas para as linhas paralisadas

Insumos | 27/04/2021 | 15h53

Yamaha vai suspender produção de motos em Manaus

Interrupção da linha de montagem será por 10 dias em maio e foi causada pela escassez de componentes

REDAÇÃO AB

A mais nova vítima da escassez de insumos para a indústria é a Yamaha. A empresa informou em comunicado oficial divulgado na terça-feira, dia 27, que vai interromper a produção de algumas linhas de motocicletas na fábrica de Manaus (AM) entre os dias 3 e 12 de maio. Ela não informou quais linhas serão atingidas.

A Yamaha anunciou que vai dar férias coletivas para os trabalhadores da linhas afetadas, mas alertou que a paralisação não vai afetar a produção de motores de popa nem as demais atividades operacionais da área de motos, peças e logística.

Essa é a primeira vez que a Yamaha precisa interromper sua produção por falta de componentes para a fabricação de motos devido à pandemia de Covid-19, que tem provocado um desajuste no fornecimento mundial de insumos para a indústria automotiva. A Honda já havia paralisado a fabricação de motos em Manaus neste ano, em janeiro, mas a ação foi motivada pelo aumento de casos de contaminação do coronavírus no Amazonas (leia aqui).

Leia abaixo o comunicado oficial da Yamaha:

“Considerando a situação adversa na cadeia de suprimentos decorrente da crise de abastecimento causada pelos efeitos da pandemia do coronavírus, e visando ajustar o fluxo do recebimento de insumos, a Yamaha suspenderá as atividades em algumas de suas linhas de produção de motocicletas, no período de 3 a 12 de maio.

Nas linhas afetadas, os colaboradores estarão em férias coletivas.

A produção de motores de popa, bem como as demais atividades operacionais da Yamaha Motor da Amazônia, Yamaha Motor Componentes da Amazônia e da Yamaha Logística permanecerão em plena atividade durante esse período.”



Tags: Yamaha, motos, Honda, Manaus, insumos, logística.

Comentários

  • RAFAEL

    Fizuma compra da factor 150 estou no aguardo de 1 mês ja

  • ROGERIO

    Estamosem junho/2021, dei entrada em uma crosser dia 03/06/2021, já estava com fila de espera de 30 a 40 dias. Tomara que não mandem os boletos antes da moto.

  • Adailtondos santos ribeiro

    Toquerendo comprar uma moto

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now