Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Implementos somam 13,9 mil unidades em maio, melhor resultado do ano

Mercado | 06/06/2021 | 22h00

Implementos somam 13,9 mil unidades em maio, melhor resultado do ano

Vendas no acumulado cresceram quase 70% com ajuda do agronegócio, construção civil e infraestrutura

MÁRIO CURCIO, PARA AB

A venda de implementos rodoviários em maio foi a melhor de 2021 ao somar 13,9 mil unidades licenciadas (9% a mais que em abril). A média diária de maio também foi a maior do ano, 662 emplacamentos. No acumulado dos cinco meses as indústrias entregaram 62,5 mil implementos, 67,6% a mais que em iguais meses do ano passado.

Os números foram divulgados pela Anfir, associação que representa os fabricantes do setor. Segundo a entidade, o crescimento no período foi motivado sobretudo pelo agronegócio, construção civil e infraestrutura. A alta entre os implementos permanece maior que a anotada na venda de caminhões (leia aqui).

Publicidade



O crescimento mais expressivo (82,9%) ocorreu entre os reboques e semirreboques, que somaram de janeiro a maio 36,8 mil unidades. O maior volume está nos implementos basculantes, 9,8 mil, indicando aumento de 115% pela comparação interanual.

PRODUTOS EM ALTA



O crescimento na venda de alguns produtos acaba refletindo o aquecimento de setores na economia. As carretas graneleiras seca tiveram alta de 59,5% sobre iguais meses de 2020. A entrega de equipamentos para transporte de toras aumentou 84,8%. A demanda de tanques de aço inox (em regra para produtos químicos) subiu 84% e a de baús frigoríficos, 30,9%. E os baús para carga geral (empregados pela indústria, varejo e comércio eletrônico) deram um salto de quase 150%, com 4,4 mil unidades entregues nestes cinco meses.

O segmento de carrocerias sobre chassi somou 25,8 mil unidades de janeiro a maio, uma alta próxima a 50% pela comparação interanual. O maior volume é o de baús de alumínio/frigoríficos, 11,2 mil unidades. Eles anotaram aumento de 51,2% sobre iguais meses do ano passado.

Os implementos graneleiros/para carga seca totalizaram 6,3 mil unidades entregues no período, 54,4% a mais que nos primeiros cinco meses do ano passado. Para as betoneiras, o aumento nas vendas superou 180% no período. Mas neste caso o volume foi baixo, 599 unidades em cinco meses.

REAJUSTES DO AÇO PREOCUPAM SETOR



A Anfir recorda que o aço representa em média 70% dos insumos empregados na produção de implementos no País e que até março esse produto teve variação média próxima a 80%, com pico de 126,8% nos laminados planos de aço inoxidável.

No início de maio as siderúrgicas anunciaram aumentos de 10% a 18% e mais 15% em junho, o quinto reajuste do ano. “Estamos em plena recuperação da economia e não é oportuno aplicar reajuste em insumos tão essenciais como o aço”, recorda o presidente da Anfir, José Carlos Spricigo. Segundo o executivo, as empresas associadas à entidade estão absorvendo parte dos aumentos. Ele afirma que não é possível repassar esses reajustes ao cliente, o que compromete a situação da indústria.



Tags: Implementos rodoviários, Anfir, José Carlos Spricigo, reboques, semirreboques, carrocerias sobre chassi, caminhões, graneleiros, baús de alumínio, basculantes, betoneiras, aço, insumos, agronegócio, construção civil, infraestrutura.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now