Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
MG passa SP em emplacamentos; ICMS paulista mais caro pode ser a causa
Em maio, Detran de Minas Gerais foi o campeão nacional de emplacamentos

Mercado | 08/06/2021 | 16h15

MG passa SP em emplacamentos; ICMS paulista mais caro pode ser a causa

Pela primeira vez Estado mineiro liderou volume de licenciamentos de veículos novos em um mês

PEDRO KUTNEY, AB

Pela primeira vez, em maio Minas Gerais ultrapassou São Paulo e foi o Estado campeão nacional de emplacamentos em um mês, dominando 24,5% dos licenciamentos de veículos leves novos no período, cerca de 43 mil unidades, contra quase 37 mil registros do Detran paulista, na segunda colocação mensal com participação de 21%. A Anfavea, associação dos fabricantes, aponta que a provável causa para o improvável foi a majoração da alíquota do ICMS paulista em abril passado para 14,5%, após ter aumentando de 12% para 13,5% em janeiro, enquanto o governo mineiro seguiu cobrando 12%.

Publicidade



O presidente da Anfavea, Luiz Carlos Moraes, afirma que vinha alertando o governo paulista que o aumento do imposto e dos preços dos carros deveria causar queda de vendas no Estado. “É provável, mas é o primeiro mês que isso acontece, vamos esperar mais um pouco para avaliar se é uma tendência ou se foi uma situação pontual”, pondera o dirigente.

“O fato é que os veículos já sofrem uma carga tributária absurda com IPI, PIS-Cofins e ICMS que ficou ainda maior em São Paulo, o consumidor não aguenta mais pagar por isso. Não é justo que só o setor automotivo pague a conta do ajuste fiscal paulista”, critica Luiz Carlos Moraes.



O peso do ICMS paulista encarece em 3,3% o preço de um carro zero-quilômetro. O porcentual parece pequeno, mas pode ser grande o efeito nos valores finais. Como exemplo prático, a versão de entrada Sport T270 do novo Jeep Compass foi lançada no fim de abril passado por R$ 140 mil na maioria dos estados e sobe para R$ 144.647 em São Paulo, uma diferença de R$ 4.647, enquanto o topo de linha Trailhawk TD350 começou a ser vendido por R$ 217 mil, mas vai a R$ 224.304 nas concessionárias paulistas, ou R$ 7,3 mil mais caro.

Um outro fator que pode ter influenciado a “vitória” de Minas sobre São Paulo em maio é o fato de a fabricante líder atual do mercado brasileiro estar instalada no Polo Automotivo Fiat de Betim (MG), que tem volumes significativos de vendas diretas a frotistas no Estado e pode ter ganhado novos clientes, que obviamente preferem pagar alíquota menor de ICMS e para isso concentraram as compras em Minas para escapar da tributação maior.



- Faça aqui o download do relatório da Anfavea sobre desempenho da indústria até maio/2021
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência





Tags: Mercado, Anfavea, vendas, emplacamentos, licenciamentos, Minas Gerais, MG, São Paulo, SP, ICMS, imposto, tributação, resultado.

Comentários

  • JOAOCLEBER DA SILVA

    Senão contar os carros das locadoras que rodam nas outras cidades e sao emplacafos em bh

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now