Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias
Venda de veículos leves usados sobe quase 20% em maio

Mercado | 09/06/2021 | 11h09

Venda de veículos leves usados sobe quase 20% em maio

Consumidor ainda recorre a seminovos para suprir falta de zero-quilômetro; alta no acumulado é próxima a 60%

MÁRIO CURCIO, PARA AB

A venda de automóveis e comerciais leves usados somou em maio 976,1 mil unidades, anotando importante alta de 18,9% sobre abril. No acumulado do ano, 4,46 milhões desses veículos trocaram de mãos. O volume é 59,2% maior que o anotado em iguais meses do ano passado. Os números foram divulgados pela Fenabrave, federação que reúne as associações de concessionários.

Publicidade



“A diferença significativa sobre o ano passado coincide com a fase mais aguda da pandemia, quando o comércio estava praticamente fechado, afirma o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.



“Além disso, como as vendas de veículos novos estão limitadas à capacidade de produção das montadoras, que ainda enfrentam problemas (leia aqui), o mercado de usados continua aquecido tanto nas transações em que esses veículos são oferecidos na troca por um zero-quilômetro como nos negócios entre usados”, explica Assumpção Júnior. A cada automóvel novo vendido em maio foram negociados 5,8 de segunda mão.

Vale dizer que a escassez de modelos zero-quilômetro estaria levando o consumidor às lojas de usados desde o primeiro bimestre. Os números da Fenabrave mostram também que a alta nas transações dos comerciais leves usados foi ainda mais expressiva (próxima a 70%), indicando que a procura por esses modelos cresceu com a demanda pelos serviços de entrega.

ALTA PRÓXIMA A 70% EM CAMINHÕES



As transações de caminhões e ônibus usados somaram 40,6 mil unidades em maio. O volume foi 17,4% mais alto que o de abril. O acumulado do ano teve 176,3 mil unidades negociadas. Esse total é 64,8% maior que o registrado em iguais meses de 2020.

Os números somente de caminhões revelam 160,8 mil usados vendidos nos cinco meses, quase 70% a mais que de janeiro a maio do ano passado. Essa alta é maior que a do mercado de caminhões novos (leia aqui). Os ônibus usados somaram 15,5 mil no período. O crescimento anotado nestes cinco meses foi de 28%. Se a cada caminhão novo vendido em maio foram entregues 3,3 usados, essa taxa cai para 1,9 quando se trata de ônibus.

EM 5 MESES, MAIS DE 1,3 MILHÃO DE MOTOS



O quinto mês de 2021 teve 290,5 mil motos de segunda mão negociadas. O volume foi 17% mais alto que o de abril. As vendas do setor de duas rodas ganham impulso desde 2020 por causa da demanda por serviços de entrega. A cada moto zero negociada em maio, 2,6 usadas trocaram de dono.

O acumulado do ano já teve 1,32 milhão de motos de segunda mão negociadas. Esse número já é maior do que a produção total de motocicletas estimada para este ano (leia aqui). Na comparação com os primeiros cinco meses de 2020 o crescimento das usadas é de 63,4%.



Tags: Fenabrave, usados, Alarico Assumpção Júnior, automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now