Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Mercado e Negócios | 19/10/2010 | 09h57

Quatro capitais registram inflação semanal menor

Dados são da FGV que pesquisou 7 localidades

Thais Leitão, da Agência Brasil

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Thais Leitão, da Agência Brasil

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) de 15 de outubro diminuiu em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Conforme dados divulgados hoje (19) pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre), da FGV, a taxa mais elevada foi verificada em São Paulo – capital com maior peso na formação do índice –, onde os preços subiram 1,01%, depois de terem registrado alta de 0,98% no levantamento anterior (de 7 de outubro).

As outras capitais que tiveram elevação mais intensa nos preços foram Salvador (de 0,37% para 0,49%) e Porto Alegre (de 0,17% para 0,39%). Os preços subiram com menos vigor em Brasília (de 0,36% para 0,26%), Belo Horizonte (de 0,42% para 0,33%), Recife (de 0,29% para 0,11%) e no Rio de Janeiro (de 0,55% para 0,45%).

Segundo dados divulgados ontem (18) pela FGV, o IPC-S de 15 de outubro (segunda prévia do mês) ficou em 0,65%, praticamente estável em relação ao levantamento anterior (0,66%). Quatro dos sete grupos pesquisados apresentaram aumentos de preços em ritmo maior do que na apuração passada, principalmente os alimentos, que tiveram elevação de 1,45% ante 1,41%. Essas altas, no entanto, foram atenuadas por decréscimos nos demais grupos de despesas.



Tags: FGV, inflação, IPC-S, Ibre, preços, alimentos.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now