Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 18/11/2010 | 06h41

Vale investirá US$ 9,8 bi no Canadá em 5 anos

Empresa é criticada por fechar refinaria.

Mônica Ciarelli, Agência Estado

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Mônica Ciarelli, Agência Estado

Depois de enfrentar uma greve de trabalhadores que durou quase um ano no Canadá, a Vale apresentou nesta quarta-feira ,17, planos ambiciosos para a região. A mineradora pretende investir US$ 9,8 bilhões ao longo dos próximos cinco anos para expandir e modernizar as operações naquele país, onde estão seus principais ativos de níquel e cobre.

Desse total, quase US$ 2 bilhões já estavam programados no orçamento total da Vale para 2011, que soma US$ 24 bilhões. "Os investimentos que lançamos é um indicador do futuro brilhante que vemos para a Vale no Canadá", afirmou o diretor executivo da mineradora no país, Tito Martins.

Em comunicado, a empresa, que foi duramente pressionada por sindicatos, deu ênfase aos empregos que serão criados pelos novos investimentos e também a projetos ambientais. Só o projeto de redução das emissões atmosféricas na unidade de Sudbury, em Ontário, irá consumir entre US$ 1,5 bilhão e US$ 2 bilhões, aproximadamente 20% do orçamento total previsto para o quinquênio.

Para o ministro da Indústria do Canadá, Tony Clement, a decisão da companhia de investir US$ 9,8 bilhões no país é "uma boa notícia", apesar da intenção da empresa de fechar uma refinaria de níquel na província de Manitoba, demitindo 500 empregados. Segundo Clement, a perda dos empregos é lamentável apesar de fazer parte de um plano maior da Vale de centralizar suas operações no Canadá.



Tags: Vale, níquel, cobre, minérios.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now