Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 10/02/2011 | 07h00

Eike quer até US$1,5 bi em IPO do carvão

Ele busca parceiro para a unidade colombiana da MPX

Agência Estado

Agência Estado, com informações da Reuters

O empresário Eike Batista, do grupo EBX, afirmou nesta quarta-feira, 9, que pretende levantar entre US$ 1 bi e US$ 1,5 bilhão com a abertura de capital de sua unidade de carvão na Colômbia, atualmente pertencente à MPX.

O IPO seria feito "na pior das hipóteses no primeiro trimestre de 2012", disse Eike, em teleconferência com jornalistas, na qual tratou de vários de seus negócios.

Ele disse também que, antes de abrir o capital, vai vender para um parceiro 10% da unidade colombiana, chamada CCX. Mas não quis entrar em detalhes.

As ações da MPX apresentavam forte alta na Bovespa nesta quarta-feira, subindo 8,2% por volta das 14h15 (horário de Brasília).

Segundo Eike, a CCX, chamada Colombian Coal, pertence 100% à MPX.

"Vamos projetar um valor de US$ 4,6 bilhões (do ativo), se levantar US$ 1 bilhão, vai diluir 20% e captar esse dinheiro para a companhia", afirmou ele, lembrando que uma ação da MPX hoje seria equivalente à da nova CCX.

A abertura de capital, disse Eike, será feita simultanemente em Bogotá, Brasil e Londres.

"O IPO da Colômbia seria para levantar entre US$ 1 e US$ 1,5 bilhões, o ativo total seria avaliado entre US$ 4 a US$ 6 bilhões", afirmou ele, comparando a importância das reservas da Colômbia às de Carajás, região de grandes depósitos de minério de ferro do Brasil.

Eike disse que a companhia está gastando US$ 100 milhões para exploração e a obtenção de relatórios necessários para as agências que auditam o processo para a abertura de capital.

A MPX, braço de energia do grupo EBX, anunciou no ano passado ter identificado recursos potenciais de 1,74 bilhão de toneladas de carvão na Colômbia.

A CCX deverá produzir inicialmente carvão térmico, a partir de 2012, em um volume de 5 milhões de toneladas. A empresa programa elevar a produção até 2015 para 35 milhões de toneladas. Em 2020, quer produzir 70 milhões de toneladas ao ano.



Tags: Eike Batista, EBX, CCX, MPX, IPO, carvão.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now