Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Caminhões e Ônibus | 23/03/2011 | 23h45

Cargo 2012, renovado, chega em 11 modelos

Cabine-leite é novidade do projeto com boa participação local.

Automotive Business

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Redação AB

Terminou o segredo aguardado pelo setor de caminhões. Depois de três anos de desenvolvimento e pesquisa junto a clientes, a Ford apresentou a linha Cargo 2012, com nada menos do que onze modelos, dos quais cinco oferecem a opção de cabine-leito. Os veículos, que estarão disponíveis em maio nos 134 distribuidores, atendem a faixa de 13 a 31 toneladas de peso bruto total e tração de até 63 toneladas.

Com desenho atual, o novo Cargo é um projeto global desenvolvimento nos estúdios de design e centro de engenharia de Camaçari, na Bahia, de São Bernardo do Campo, SP, e de Tatuí, onde fica o campo de provas da marca. A empresa recebeu, também suporte das unidades nos Estados Unidos e Europa.

"Oferecemos uma linha completa de caminhões como resposta a parte dos investimentos de R$ 670 milhões que estamos realizando até 2013 na Operação de Caminhões”, disse Marcos de Oliveira, presidente da Ford Brasil e Mercosul, assegurando que a nova família de veículos comerciais vai surpreender o mercado.

A nova linha é formada pelos modelos Cargo 1317, Cargo 1517, Cargo 1717, Cargo 2622, Cargo 2628, e Cargo 3132, com cabine-regular; e Cargo 1722, Cargo 2422, Cargo 2428, Cargo 1932R e Cargo 1932, com cabine-regular ou cabine-leito.

A Ford Caminhões tem uma participação de 19% na América do Sul e de 23,9% no Brasil, não computados na estatística os caminhões extra-pesados, segmento onde a marca não atual. Na Argentina a Ford tem 23% de mercado e Chile 6%. Na Venezuela, a Ford é líder de mercado com 38% de participação.

“Este é o principal lançamento do ano no segmento de veículos comerciais e com a linha do Novo Ford Cargo 2012 a nossa previsão é crescer nesse mercado. Passamos a oferecer a cabine-leito, versão inédita na Ford, e os nossos modelos ganharam mais competitividade. Estão entre os mais modernos do mundo", afirmou Oswaldo Jardim, diretor de Operações de Caminhões da Ford América do Sul.

Nova geração

Aspectos funcionais são o capô de fácil acesso, o basculamento de 60 graus. "Os designers receberam a tarefa de desenhar uma cabine totalmente nova, entendendo as necessidades dos frotistas e motoristas autônomos. Eles querem um caminhão prático, funcional e com o valor agregado do design. Mantivemos a identidade do Cargo, que sempre se destacou pela ampla área envidraçada", explicou João Marcos Ramos, chefe de design da Ford América do Sul.

Na lista de novidades estão a suspensão na cabine, novas transmissões com sistema de acionamento por cabo, válvula de freio de seis vias, coluna de direção com ajuste pneumático, chave com código eletrônico antifurto, vidros elétricos de série e a opção de bancos com suspensão pneumática extra-conforto, travas e retrovisores elétricos.

Os bancos trazem várias opções de regulagem. Na versão leito, a cama é uma das maiores do mercado, com 1,90 metro, e traz embaixo um amplo compartimento para malas. O painel envolvente, direcionado para o motorista e com os comandos à mão, é feito com material ecológico, em polipropileno de segunda geração reforçado com fibra de sisal, patenteado pela Ford.

Há velocímetro separado do tacógrafo, de fácil visualização. Diversas luzes de advertência e com aviso sonoro foram incorporadas e o painel mantém-se iluminado mesmo quando as luzes estão desligadas, na cor Ice Blue. Também há central de informações digitais.

A nova coluna de direção com ajuste pneumático permite ao motorista escolher a posição mais ergonômica. O sistema de ar-condicionado, opcional com filtro de pólen e recirculação de ar, evita a entrada de poeira na cabine. Há vidros elétricos de série e opção de travas e espelhos elétricos. A cabina traz ainda luzes de leitura individuais, acendedor de cigarro, tomadas de 12V e 24V, ponto de ar comprimido para limpeza, preparação para instalação de som e diversos porta-objetos.

Motores e eixo

A Nova Linha Cargo é equipada com os motores Cummins de 4 e 6 cilindros, novas transmissões Eaton das famílias FS, de seis marchas com primeira sincronizada, e FTS, com 13 marchas, totalmente sincronizadas. Todos os modelos trazem ainda embreagem mais robusta e novo acionamento da transmissão por cabo, que torna os engates mais leves, suaves e precisos.

O eixo traseiro 6x4, da Arvin Meritor, tem carcaça robusta e de alta durabilidade. A suspensão dianteira é calibrada para oferecer maior conforto, junto com a nova suspensão da cabine. Os freios trazem uma nova válvula APU, com pórticos adicionais para a instalação de acessórios. A suspensão traseira é de alta resistência e forma um dos melhores conjuntos do mercado.

Um sistema trava automaticamente as portas quando o veículo atinge 8 km/h e há opção de travas elétricas com fechamento global. A chave vem com o Sistema Global de Segurança antifurto da Ford, dotado de código eletrônico, que também permite fazer o bloqueio eletrônico do caminhão por meio de um código numérico.

A Ford enfatiza que o Novo Cargo é resultado de um projeto desenvolvido no Brasil com as tecnologias mais avançadas de design e engenharia e apoio da estrutura global. Foram utilizadas sofisticadas ferramentas virtuais para aprimorar o desempenho do veículo e o processo de manufatura em linhas automatizadas.

O novo Cargo passou por mais de 450.000 km de testes no Campo de Provas de Tatuí, SP, e em estradas da América do Sul para avaliação de desempenho e durabilidade. Foram construídos 50 protótipos em três fases. Em fase de pré-montagem foram produzidos 100 caminhões para testes de rodagem e de manufatura, que foram depois desmontados.

O diagnóstico do motor é feito a partir do visor digital no painel de instrumentos que informa os códigos de falha. A caixa de fusíveis é localizada no painel do lado do passageiro, oferecendo fácil acesso. A limpeza do para-brisa é facilitada por duas alças sob o vidro e apoio para o pé no para-choque.

O basculamento da cabine é feito por um avançado sistema hidráulico, que exige menor esforço e oferece um ângulo de abertura maior para acesso ao motor. A nova coluna de direção, com sistema “lube-for-life”, dispensa a lubrificação por graxeiras.



Tags: Ford, Cargo, caminhões, cabine-leito, campo de provas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now