Automotive Business
  
News Mobility Now

Notícias

Ver todas as notícias

Marketing e Lançamentos | 30/03/2011 | 18h10

Com flex, Kia quer vender 18 mil unidades do Soul

Produção do bicombustível será exclusiva para o Brasil.

Giovanna Riato, AB

NOTÍCIAS AUTOMOTIVAS EM QUALQUER LUGAR
Email RSS Twitter WebTV Revista Mobile Rede Social


Giovanna Riato, AB

A Kia apresentou nesta terça-feira, 29, a versão flex do Soul. Com o modelo, a marca pretende dar mais um passo para ampliar as vendas no mercado brasileiro. A projeção é vender 18 mil unidades em 2011, com possibilidade de ampliar este volume a partir do ano que vem.

O carro chega ao mercado com preço que parte de R$ 52.900 e deverá ser responsável por 17% das vendas da montadora no Brasil este ano, de 104 mil unidades previstas. O número representa uma expansão de 91% sobre o resultado de 2010. “Os lançamentos planejados para este ano permitirão aumentar o volume de vendas e manter participação do Soul em nosso mix”, explica Ary Jorge, diretor de vendas da marca.

Entre este ano e 2012, a Kia pretende ampliar a oferta de produtos para cerca de 13 modelos. O novo Picanto e o cupê Cerato Koup devem ser lançados ainda em 2011. A chegada do utilitário, que está disponível nas concessionárias desde janeiro, já deu resultados no início deste ano. A marca emplacou 16.905 veículos no primeiro trimestre, 4.069 foram do Soul, avanço de 205% na comparação com o mesmo período de 2010.

O motor, o primeiro flex de uma companhia coreana, foi desenvolvido pela Bosch e recebeu alterações na taxa de compressão, no software da unidade eletrônica e teve diversas peças e componentes substituídos. “O desenvolvimento foi feito por engenheiros brasileiros e coreanos”, conta Ary Jorge.

Já faz algum tempo que a Kia afirma que só não vende volumes maiores no Brasil por dificuldades de abastecimento e problemas de logística para ampliar a importação dos veículos. Com a chegada do modelo flex a companhia estará condicionada ainda ao volume que a fábrica coreana montará do versão, produzida com exclusividade para o mercado brasileiro.

Ary Jorge afirma que não há nenhuma insegurança quanto à capacidade da matriz coreana manter o mercado brasileiro abastecido. "Não vai faltar carro. Fizemos a projeção de produção para os próximos cinco anos", conta sem revelar os números previstos pela montadora.

Assista à entrevista exclusiva com Ary Jorge, gerente de vendas da Kia:







Tags: Kia, Soul, flex, Cerato, Picanto, lançamento, motor, Bosch.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

Mobility Now