Venda anual de implementos crescerá perto de 30%

Após altas seguidas desde maio, Anfir revisou projeção para 156 mil unidades entregues em 2021

mario
Mário Curcio, para AB
  • 08/09/2021 - 20:01
  • | Atualizado há 1 semana, 2 dias
  • um minuto de leitura

    Por causa de uma sequência de vendas crescentes desde maio, a Associação Nacional dos Fabricantes de Implementos Rodoviários (Anfir) revisou sua projeção anual para 156 mil unidades e alta de 28% sobre 2020. A previsão inicial era de crescimento até 10%, algo como 134 mil unidades.

    Em agosto os implementos superaram novamente as 15 mil unidades, agora com 15.355 licenciamentos e o melhor resultado para 2021, com leve alta de 0,5% sobre julho. O acumulado do ano teve 107,3 mil unidades emplacadas, 45,5% a mais que no mesmo período do ano passado.

    “O aumento gradual mostra que a previsão anual tem condições de ser alcançada”, afirma o presidente da entidade, José Carlos Spricigo.

    O setor segue o ritmo imposto pela entrega de caminhões, cujo crescimento até agosto foi de 50,8%. A média diária de implementos licenciados no oitavo mês do ano chegou perto das 700 unidades (697,9).

    Crescimento apoiado na economia

    Os dados da Anfir revelam altas importantes para equipamentos muito diferentes um do outro, o que indica uma recuperação para vários setores da economia: agronegócio, mineração, construção civil e varejo, por exemplo. 

    O maior volume de implementos entregues no ano é o de reboques e semirreboques. Eles somaram 61,4 mil unidades até agosto, com crescimento de 51,9% sobre iguais meses do ano passado.

    Dentro dessa divisão, o maior volume permanece para os basculantes, com 16,6 mil entregas e alta de 69,5%. Em seguida vêm os implementos graneleiros/para carga seca, que somaram 11,8 mil unidades e anotaram alta de 24,5%.

    Os baús para carga geral atingiram 7,4 mil, indicando alta próxima a 100% sobre o ano passado. Os baús lonados (em regra para transportar bebidas) alcançaram 4,8 mil unidades e cresceram 51,7%. Os equipamentos para transporte de toras anotaram a alta mais expressiva, acima de 150%, com 1,5 mil unidades negociadas. 

    O segmento de carrocerias montadas sobre chassi também anotou importante alta de 37,8%, com 45,8 mil emplacamentos em oito meses. O destaque aqui são os baús de alumínio/frigoríficos, com 19,5 mil unidades e alta de 32,2%.

    A entrega de betoneiras cresceu 116%, superando as mil unidades. E os tanques somaram 2,7 mil unidades, crescendo 34,4% sobre iguais meses de 2020.