Bicicletas elétricas são 60% mais rápidas para entregas do que vans

Pesquisa mostra que 51% dos transportes de carga na Europa poderiam ser substituídos por bikes

Por REDAÇÃO AB
  • 17/08/2021 - 17:00
  • | Atualizado há 2 semanas, 1 dia
  • um minuto de leitura


    A Universidade de Westminster, na Inglaterra, divulgou um novo estudo que aponta que bicicletas elétricas (e-bikes) de carga conseguem realizar entregas em centros urbanos com 60% mais rapidez do que vans. Pode soar contraintuitivo, mas, segundo a pesquisa, as bicicletas correm em velocidades maiores e conseguem entregar dez pacotes por hora, enquanto as vans só conseguem seis.

    A grande vantagem das e-bikes é que elas conseguem evitar os congestionamentos andando por entre os carros, além de pegar atalhos e usar vias que normalmente são fechadas para o tráfego de carros. As vans precisam passar por todas as ruas congestionadas e ainda achar lugar para estacionar. Outra vantagem das bikes elétricas é que elas emitem 90% menos carbono em seu ciclo energético do que as vans, que são movidas a diesel.

    O estudo usou dados de GPS das bicicletas de entrega da empresa Pedal Me, que opera num raio de 15 km a partir do centro de Londres. Foram 100 dias aleatórios escolhidos ao longo das quatro estações do ano, nos quais os condutores foram monitorados. Nesse período, as bikes deixaram de emitir quase 4 toneladas de carbono, levando em conta até mesmo a comida que os motoristas consumiram.




    “Estimativas recentes sugerem que até 51% de todas as jornadas de transporte de carga nas cidades da Europa poderiam ser substituídas por bicicletas de carga”, afirmou Ersilia Verlinghieri, autora líder do estudo, ao jornal inglês The Guardian.



    “É admirável perceber que, se apenas uma fração dessa mudança ocorresse em Londres, ela seria acompanhada não só de uma redução drástica nas emissões de CO2, mas também contribuiria para uma redução considerável de risco por poluição do ar e colisões no tráfego, tudo isso enquanto ainda assegurando um sistema de entrega eficiente, rápido e confiável”, argumentou.

    As vans são a forma prioritária de entrega de encomendas no Reino Unido - há 4 milhões nas ruas, sendo que 96% são movidas a diesel. Sua circulação aumentou bastante durante a pandemia, já que as pessoas passaram a comprar mais on-line.

    De acordo com o estudo, entre 2018 e 2020, 100 mil bikes de carga foram colocadas em circulação na Europa e, a cada mês, elas deixam de emitir em carbono o equivalente a um voo de ida e volta entre Londres e Nova York.