Itaú lança tag de pedágio e estacionamento sem mensalidade para clientes

Serviço estará disponível para clientes do banco a partir da segunda quinzena de setembro

Por NATÁLIA SCARABOTTO, AB
  • 01/09/2021 - 15:40
  • | Atualizado há 2 semanas, 1 dia
  • um minuto de leitura


    Com foco na expansão dos seus serviços de mobilidade urbana, o Itaú lança em parceria com a ConectCar a “Tag Itaú” para pagamento automático em pedágios e estacionamentos. O adesivo de pagamento por aproximação é livre de mensalidade e estará disponível a partir da segunda quinzena de setembro para clientes do banco.

    A contratação do benefício é 100% digital por meio do aplicativo do Itaú. O lançamento será gradual e a expectativa é que até o final do ano todos os 60 milhões de clientes do banco possam usufruir da novidade.

    Apesar de livre de mensalidade, a Tag Itaú demanda o pagamento de taxa única no valor de R$ 20 para contratação do serviço, referente à emissão e envio do adesivo.

    Segundo o banco, a tag pode ser utilizada em pedágios e em mais de 1.200 estacionamentos pelo Brasil. Em breve, o pagamento automático será aceito no drive-thru do Burger King e outros restaurantes, conforme divulgou o Itaú.

    MAIS DA METADE DOS PAGAMENTOS DE PEDÁGIOS SÃO FEITOS DE FORMA AUTOMÁTICA



    Segundo dados da ConectCar, 58% das transações em pedágios no Brasil são realizados em cancelas automáticas. No entanto, apenas 10% dos veículos no país possuem uma tag instalada.

    “O pagamento automático de passagens ainda não é uma realidade para a imensa maioria dos brasileiros, sempre foi um serviço mais da elite”, afirma o diretor e membro do Comitê Executivo do Itaú Unibanco, Alexandre Zancani.

    “A Tag Itaú busca democratizar o acesso a soluções de pagamento automático e resolver um problema que está presente no cotidiano das pessoas. Elas passam a ganhar em comodidade, acompanhamento digital e segurança sanitária”, diz.



    O executivo aponta ainda que o serviço é parte da estratégia do Itaú para atração e fidelização de clientes e para expandir os serviços de mobilidade da marca. “Como empresa cidadã, temos a mobilidade como uma de nossas frentes prioritárias em ESG, pelo poder transformador que o assunto tem sobre as relações com a cidade e a sociedade.” A instituição financeira detém 50% das ações da ConectCar, enquanto a outra metade está sendo comprada pela Porto Seguro.