Rússia vai subsidiar compra de carros elétricos feitos no país

Com metas ambiciosas para 2030, governo russo reduzirá 25% do valor do veículo para criar produção nacional de veículos movidos à bateria

Por REDAÇÃO AB
  • 04/08/2021 - 16:17
  • | Atualizado há 1 mês
  • um minuto de leitura


    O governo da Rússia anunciou nesta quarta-feira, 4, que planeja subsidiar a compra de veículos elétricos fabricados internamente com o objetivo de estimular a produção e a demanda. O país, grande produtor de petróleo, vinha sendo resistente em aderir aos veículos elétricos, mas agora lança meta de produção ambiciosa para 2030.

    Em entrevista à Reuters, a chefe do departamento do Ministério da Economia da Rússia, Maxim Kolesnikov afirmou que o subsídio visa tornar os veículos elétricos de fabricação russa mais acessíveis, visto que atualmente esses modelos importados são mais caros que os veículos de combustão.

    O auxílio poderá cobrir 25% do preço de compra de qualquer carro elétrico de fabricação russa, de valor máximo de 625 mil rublos (o equivalente a US$ 8.570), possivelmente a partir do próximo ano, segundo Maxim.

    O plano russo é ambicioso: a nova meta de produção anual é de 220 mil unidades até 2030. Segundo as autoridades, montadoras estrangeiras mostraram interesse em produzir modelos localmente.

    Na Europa, a Rússia está muito atrás em relação aos EVs (Electric Vehicles), sem nenhum fabricante nacional de veículos movido à bateria. Dos 45 milhões de carros dirigidos no país no ano passado, apenas 11 mil eram elétricos, sendo a maior parte de modelos usados.