Swift instala painéis solares em 40 vans de varejo

Motores a diesel não precisarão mais ficar ligados durante atendimento, deixando de emitir 79 mil kg de gás carbônico

Por REDAÇÃO AB
  • 01/09/2021 - 15:00
  • | Atualizado há 3 semanas
  • um minuto de leitura


    A Swift, marca de alimentos que pertence ao frigorífico JBS, anunciou a instalação de placas solares em 40 vans da empresa. Esses veículos são usados como lojas móveis e circulam na região metropolitana de São Paulo.

    As vans são movidas a diesel – a energia elétrica gerada pelas placas serve apenas para alimentar as luzes, o computador de bordo e outros acessórios elétricos, como as maquininhas de pagamento. Com isso, os motores a diesel poderão ficar desligados quando as vans estiverem paradas para atendimento. A expectativa da empresa é deixar de emitir 79 mil kg de gás carbônico por ano.

    “Antes, tínhamos que deixar os motores ligados durante todo o período de funcionamento das lojas móveis para garantir o funcionamento dos sistemas operacionais, como computadores e caixas de pagamento. Agora, as lojas móveis mantêm a operação com a eletricidade gerada pela luz solar”, afirma Aécio Patuzzi, diretor de logística da Swift. Segundo ele, a empresa se comprometeu a zerar suas emissões de gases do efeito estufa até 2040.

    Painéis solares em carros de passeio são uma novidade que está chegando aos poucos. Neste mês, deve ser lançado no mercado europeu o Squad, um carrinho elétrico da startup holandesa Breda que consegue garantir sua autonomia apenas pela carga solar, sem precisar ser ligado à tomada. Um dia de carga garante 20 km de autonomia, diz a empresa.

    Outro lançamento nesse sentido é o Lightyear, um carro holandês com placas solares que garantem cerca de 70 km de autonomia adicional aos mais de 700 km que ele já é capaz de rodar com uma carga.