A fábrica da Toyota mais limpa do mundo está no Brasil

Entenda como a unidade de Porto Feliz (SP) chega aos 5 anos como referência global do grupo

Por REDAÇÃO AB
  • 10/08/2021 - 19:57
  • | Atualizado há 1 mês
  • um minuto de leitura
    A Toyota do Brasil comemorou os cinco anos de existência da fábrica de Porto Feliz (SP) nesta terça-feira, dia 10, lembrando como a unidade é uma referência mundial de sustentabilidade dentro do grupo.

    Única planta da Toyota na América Latina e Caribe a produzir motores, Porto Feliz é considerada a fábrica mais limpa da marca no mundo. Ele segue o mesmo conceito Ecofactory utilizado na unidade de Sorocaba (SP). O princípio baseia-se em reduzir todos os anos a emissão de resíduos gerados, de compostos orgânicos voláteis (VOCs) e emissões de CO2, além de maximizar a reutilização de águas pluviais e a preservação da área de mata nativa.

    Nesse tempo a unidade já desenvolveu 20 atividades ambientais, que incluíram a redução de 56% de resíduos, de 32% na emissão de CO2 e de 42% na utilização de água no processo de produção, de acordo com a empresa.

    Os principais projetos ambientais iniciais foram a substituição da areia de fundição orgânica pela inorgânica, menos impactante ao meio ambiente, além da inserção do sistema de produção compacto e o uso de energia solar na iluminação dos espaços externos, além da implementação do uso de água pluvial nos banheiros.

    Atualmente, a unidade conta com 100% da energia elétrica consumida proveniente de fonte renovável (energia eólica), com zero emissão de CO2. A empresa também mapeia e busca oportunidades de conservação e melhoria na eficiência dos processos, reduzindo o consumo de energia no local.

    “Porto Feliz é um exemplo de como estamos comprometidos com o processo de neutralidade de carbono, mesmo expandindo nossas atividades produtivas”, diz o gerente-geral da planta, Gilberto Paulino. “Com nosso plano de longo prazo, adicionamos novos projetos em nossa linha, mesmo com as crises consecutivas nos últimos quatro anos, por estarmos armados com alta tecnologia em produção e uma equipe habilidosa para fazer frente ao crescimento do portfólio da Toyota no Brasil.”

    Com um investimento inicial de R$ 580 milhões e uma ampliação que custou mais R$ 600 milhões, a fábrica emprega mais de 400 trabalhadores e produz motores para os modelos Etios (apenas exportação), Yaris e Corolla Cross, que são montados em Sorocaba (SP), e para o sedã Corolla, feito em Indaiatuba (SP). Sua capacidade produtiva é de cerca de 170 mil motores por ano.