Agosto foi o melhor mês do ano para caminhões

Foram vendidas no período 12,6 mil unidades, número impulsionado pelo agronegócio

Por BRUNO DE OLIVEIRA, AB
  • 02/09/2021 - 16:55
  • | Atualizado há 2 semanas, 1 dia
  • um minuto de leitura
    As vendas de caminhões no País somaram 12,6 mil unidades, apontou balanço da Fenabrave divulgado na quinta-feira, 2. O resultado representou alta de 10% sobre aquele vendido em julho e, também, o melhor desempenho comercial registrado no ano pelo segmento. No acumulado do ano, as vendas somam até agosto 82,1 mil unidades, um crescimento de 49% ante o volume licenciado em igual período em 2020.

    "Não fosse a falta de componentes, o resultado seria ao menos 20% melhor", disse Alarico Assumpção Júnior, presidente da Fenabrave.



    O presidente disse ainda que as demandas do agronegócio seguem puxando as vendas do setor e que o cenário de crédito é favorável à renovação de frota: "A cada 10 propostas enviadas aos bancos, 8,6 são aprovadas”. As projeções da entidade apontam para um aumento de 30,5% na comercialização de caminhões novos este ano na comparação com 2020.

    As vendas de modelos pesados representam mais de 50% das vendas do segmento, um reflexo dos pedidos feitos por empresas do agronegócio. Neste segmento, o modelo mais vendido até agosto foi o Volvo FH 540, com 5,6 mil unidades vendidas. Scania R450, DAF XF, Volvo FH 460 e o Mercedes-Benz Actros 2651 fecham a lista dos cinco mais comercializados.

    Entre as marcas, os caminhões da Mercedes-Benz foram os mais vendidos até agosto, com 24,9 mil unidades. Os modelos da Volkswagen vêm na sequência com 23,8 mil unidades. Volvo, Scania e Iveco encerram o ranking das cinco mais vendidas no País.



    > Faça aqui o download do balanço mensal de emplacamentos da Fenabrave
    > Veja outras estatísticas em AB Inteligência