Exportações da Iveco na América do Sul crescem 71%

Volume embarcado no primeiro semestre ficou abaixo da média do setor

Por REDAÇÃO AB
  • 17/08/2021 - 12:17
  • | Atualizado há 2 semanas, 1 dia
  • 47 segundos de leitura

    As exportações de veículos Iveco cresceram 71% no primeiro semestre, na comparação com o volume embarcado em igual período no ano passado. Controlada pela CNH Industrial, a empresa reportou aumento das vendas para o Chile, Paraguai, Venezuela, Uruguai e Peru.

    “Seguimos em contato com potenciais clientes para fortalecer nossa presença no mercado e trabalhamos para que novas empresas estejam ao nosso lado nessa jornada. Em breve teremos novidades nesse sentido”, disse Daniel Calderoni, diretor comercial para América do Sul.

    Apesar dos bons números da montadora no mercado externo, seu crescimento está num ritmo menor do que o setor apresentou no primeiro semestre. Segundo dados da Anfavea, no mesmo período foram embarcados 10,7 mil caminhões pelas montadoras brasileiras, resultado que representou um aumento de 123,6% sobre as exportações realizadas entre janeiro e junho do ano passado.

    No acumulado até julho, o crescimento foi de 109% sobre o resultado registrado nos primeiros sete meses de 2020, somando 12,6 mil unidades de caminhões embarcadas.

    Apesar da alta registrada sobre uma base baixa, reflexo da pandemia e fechamento dos mercados no ano passado, as exportações de veículos apresentaram queda de 30% em julho. De acordo com a Anfavea, o resultado é fruto da falta de semicondutores.