Por falta de peças, Toyota suspende produção em Sorocaba

Fábrica que produz Corolla Cross e Yaris ficará parada por 10 dias. Unidade de Porto Feliz (SP) também será afetada

Por REDAÇÃO AB
  • 11/08/2021 - 18:16
  • | Atualizado há 1 mês, 1 semana
  • um minuto de leitura

    Até então imune à crise dos semicondutores que já provocou a paralisação de 14 fábricas de oito montadoras no Brasil, a Toyota deu sinais de que sua cadeia de suprimentos sentiu os primeiros sinais da escassez de insumos. A montadora anunciou nesta quarta-feira, 11, que vai suspender a produção na fábrica de Sorocaba, no interior paulista.

    Responsável pela montagem dos modelos Corolla Cross, Yaris (hatch e sedã) e Etios (somente para exportação), a planta de Sorocaba ficará parada entre os 18 e 27 de agosto, o que também vai afetar parcialmente a produção de motores na unidade de Porto Feliz (SP), que monta os motores 1.3, 1.5 (Yaris e Etios) e 2.0 (Corolla e Corolla Cross).

    Enquanto durar a pausa na linha de montagem, os funcionários que tiverem as atividades afetadas serão colocados em férias coletivas, devendo todos voltar ao trabalho no dia 30 de agosto. A produção das fábricas de São Bernardo do Campo (que faz peças para motor) e de Indaiatuba (que fabrica o sedã Corolla), ambas no interior paulista, não será atingida pela medida.

    Até o momento, a Toyota foi uma das montadoras menos afetadas no Brasil pela crise dos semicondutores, pois conseguiu manter a previsão de produção para este ano, enquanto as demais foram encolhendo nas vendas, o que explica seu crescimento no ranking nos últimos meses. Em julho, por exemplo, a marca japonesa chegou à vice-liderança do mercado nacional, atrás apenas da Fiat.

    Veja a seguir o comunicado oficial divulgado pela Toyota do Brasil.

    “A Toyota do Brasil informa que realizará a suspensão temporária da produção em sua fábrica de Sorocaba, onde são produzidos os modelos Yaris (hatch e sedã), Corolla Cross e Etios (somente para exportação) entre os dias 18 e 27 de agosto de 2021. A unidade de Porto Feliz, responsável pela produção dos motores 1.3L e 1.5L do Yaris e Etios e do propulsor 2.0L TNGA do Corolla e Corolla Cross, também será parcialmente afetada.

    “Apesar de todos os esforços que temos realizado ao longo do tempo para gerenciar a falta de insumos que afeta a cadeia de suprimentos global, provocada pela pandemia de Covid-19, nesse momento uma parada é inevitável.

    “Os colaboradores afetados pela paralisação entrarão em férias coletivas neste período, com o retorno às atividades programado para o dia 30 de agosto. As demais unidades da Toyota no Brasil, localizadas em São Bernardo do Campo e Indaiatuba, permanecem com suas atividades normais.”