Santiago Chamorro assume presidência da GM pela 2ª vez

Executivo colombiano, que ocupava vice-presidência global de serviços conectados, comandou operação brasileira entre 2013 e 2016

Por REDAÇÃO AB
  • 31/08/2021 - 11:27
  • | Atualizado há 3 semanas
  • um minuto de leitura

    A General Motors anunciou nesta terça-feira, 31, que Santiago Chamorro é o novo presidente da GM América do Sul, cargo que estava vago desde que Carlos Zarlenga deixou o posto repentinamente na última quarta-feira, para buscar “buscar outras oportunidades”, segundo o comunicado oficial da empresa.

    Esta é a segunda vez em que o executivo colombiano assume o comando da operação brasileira, já que ele foi presidente da GM no País entre 2013 e 2016, quando substituiu o conterrâneo Jaime Ardilla. Com a nomeação, Chamorro deixa a sede de Michigan (EUA) para voltar a trabalhar em São Paulo.

    "É um prazer e uma honra assumir esta nova posição como presidente da América do Sul. Estou ansioso para me reconectar com os muitos colegas e parceiros para impulsionarmos os negócios na América do Sul juntos. Combinando nossa excelente equipe e parceiros da América do Sul, com nosso portfólio vencedor e as fábricas retomando a produção, temos os pilares para crescer e sustentar nossa forte posição na região”, disse Chamorro.

    Formado em economia e pós-graduado em finanças, o colombiano ocupava o cargo de vice-presidente na GM Global Connected Services antes da nomeação. Jeff Massimilla, diretor executivo de Connected Customer and Mobility Services, vai assumir a posição deixada por Chamorro.

    Com 27 anos dedicados à companhia americana, Chamorro ocupou cargos como presidente da GM Colmotores na Colômbia e gerente geral de vendas, serviços e marketing da GM América do Sul.

    “Chamorro assume a função com a prioridade de liderar a implementação de investimentos-chave para o futuro das operações da GM na América do Sul, bem como aumentar a produção conforme a indústria supera a escassez global de semicondutores e a pandemia de Covid-19”, diz Steve Kiefer, vice-presidente sênior da GM e presidente da GM Internacional.