Stellantis e Foxconn se unem para fazer cockpit do futuro

A joint-venture se chamará Mobile Drive e será especializada em conectividade veicular

Por REDAÇÃO AB
  • 24/08/2021 - 15:25
  • | Atualizado há 3 semanas
  • um minuto de leitura
    A Stellantis e a Foxconn anunciaram na terça-feira, 24, acordo para criação da joint-venture Mobile Drive, por meio da qual serão desenvolvidos sistemas de entretenimento e telemática veicular. A nova empresa será de propriedade da montadora e da FIH, que é uma subsidiária da Foxconn.

    Este é mais um movimento dentro do setor automotivo envolvendo uma fabricante buscando a criação de projetos envolvendo software por meio de parcerias. No caso da Mobile Drive, a meta é criar sistemas baseados em inteligência artificial, navegação, assistência de voz, operações de loja de comércio eletrônico e integração de serviços de pagamento, itens do chamado cockpit inteligente.

    “Hoje há algo que importa tanto quanto um design bonito ou tecnologia inovadora: é o modo como os recursos dentro de nossos veículos melhoram a vida de nossos clientes”, disse Carlos Tavares, CEO da Stellantis. “Software é um movimento estratégico para nossa indústria e Stellantis pretende liderar com a Mobile Drive, uma empresa que permitirá o rápido desenvolvimento de recursos e serviços de conectividade que marcam a próxima grande evolução de nossa indústria, assim como a tecnologia de eletrificação.”

    Segundo o acordo firmado, haverá o compartilhamento da propriedade intelectual sobre os produtos desenvolvidos pela Mobile Drive e integração das respectivas cadeias de suprimentos.

    No futuro, os sistemas que integram o cockpit inteligente não estarão apenas disponíveis para todos os veículos Stellantis, mas também para fabricantes de veículos de outras montadoras.

    A Foxconn é uma empresa sediada em Taiwan e é a maior fabricante de computadores e de componentes eletrônicos no mundo. Sua produção é baseada em contratos com outras empresas de tecnologia, como é o caso, por exemplo, da Apple, na fabricação do iPhone e do iPad.