SUV de 7 lugares, Jeep Commander será apresentado no dia 26

Modelo produzido em Goiana (PE) deve custar a partir de R$ 200 mil na versão flex

Por PARCERIA COM PRIMEIRA MARCHA
  • 13/08/2021 - 11:00
  • | Atualizado há 1 mês, 1 semana
  • um minuto de leitura

    O novo Jeep Commander já tem data marcada de lançamento: sua apresentação será realizada no dia 26 de agosto, como informa o site Primeira Marcha. Primeiro modelo nacional da Jeep para 7 pessoas, o SUV foi projetado no Brasil e será produzido em Goiana (PE), ao lado dos primos Renegade e Compass.

    Embora ainda não tenha sido revelado por completo, o Commander já teve alguns detalhes antecipados em teasers divulgados pela Jeep. Um vídeo compartilhado no início de julho (veja ao final do texto) revelou vários detalhes do seu interior e alguns alguns equipamentos, como o teto solar panorâmico, quadro de instrumentos digital de grande porte, central multimídia com tela flutuante e painel com duas cores.

    O design do exterior ainda terá linhas mais quadradas que seu primos, com nítida inspiração no novo Grand Cherokee L, que já foi visto rodando em testes pelas ruas mineiras. A dianteira terá faróis exclusivos, embora o visual remeta ao Compass, modelo do qual deriva. A traseira do Commander, entretanto, terá um formato mais reto para acomodar melhor os ocupantes da terceira fileira de bancos.

    O nome “Commander” é atualmente utilizado em um SUV de 7 lugares vendido na China, onde é conhecido como Grand Commander. Nos anos 2000, a mesma nomenclatura foi utilizada pela Jeep nos Estados Unidos em um modelo de pouco sucesso, posteriormente aposentado pelo Dodge Durango.

    O nosso Commander será movido pelo motor 1.3 turbo flex, que na gama Jeep estreou com o Compass. Serão 185 cv e 27,5 kgfm com etanol no tanque, associado à transmissão automática de 6 marchas e tração dianteira.

    As versões mais caras virão com o conhecido 2.0 turbodiesel, que pode passar por melhorias para saltar dos atuais 170 cv para aproximadamente 200 cv. Nesta configuração, o Commander terá tração integral e câmbio automático de 9 marchas.

    Posicionado acima do Compass e abaixo do Grand Cherokee, o Commander deve partir dos R$ 200 mil na versão de entrada com motorização flex. Nas configurações movidas a diesel, quem quiser comprá-lo não deve pagar menos de R$ 230 mil.

    Logo após a apresentação do Jeep Commander, a marca deve iniciar a pré-venda do novo modelo. O SUV deve chegar às lojas em setembro.