Toyota supera crise dos semicondutores e registra lucro recorde

Montadora contabilizou lucro líquido de US$ 8,2 bilhões no balanço do primeiro trimestre fiscal

Por REDAÇÃO AB
  • 04/08/2021 - 17:10
  • | Atualizado há 1 mês, 1 semana
  • 57 segundos de leitura
    A Toyota Motor Corporation divulgou seu balanço referente às operações no primeiro trimestre do ano fiscal de 2022, encerrado em junho, no qual o grupo reporta lucro recorde de 897,8 bilhões de ienes – o equivalente a US$ 8,2 bilhões – ou cinco vezes mais que no ano anterior, que foi fortemente afetado pela pandemia. O resultado representa um novo recorde para o período, assim como a receita, que teve aumento de 72% no período, chegando a 7,9 trilhões de ienes (US$ 72,8 bilhões).

    No comunicado, a montadora afirmou que os resultados do primeiro trimestre foram alcançados graças à manutenção de vendas estáveis e de fornecimento de insumos, mesmo com a escassez global de semicondutores e da disseminação da Covid-19.

    As vendas globais da empresa saltaram impressionantes 49%, totalizando 2,8 milhões de unidades no trimestre, e a empresa afirmou que o desempenho poderia ter sido ainda melhor se os estoques não estivessem tão reduzidos. Além disso, os efeitos da pandemia e da crise mundial de semicondutores resultaram na perda de 100 mil veículos em vendas, afirmou a montadora.

    Assim, a Toyota manteve suas projeções para este ano fiscal, com crescimento de 6,4% nas vendas globais do grupo – o que significa atingir 10,5 milhões de veículos – e receita na casa de 30 trilhões de ienes (US$ 274,9 bilhões). Já o lucro líquido deverá registrar aumento de 2,4% – 2,3 trilhões de ienes ou US$ 21 bilhões – ao término do período.