Vendas de automóveis na América Latina perto do patamar pré-Covid

SUVs são os mais vendidos na região e Nissan é a marca mais popular, indica pesquisa da Nyvus

Por BRUNO DE OLIVEIRA, AB
  • 12/08/2021 - 12:40
  • | Atualizado há 1 mês, 1 semana
  • um minuto de leitura

    Os principais mercados na América Latina apresentaram perfil de retomada nos primeiros cinco meses do ano, indicando recuperação dos volumes próximos àqueles registrados antes da pandemia. Levantamento da Nyvus apresentado durante o #ABPlan - Planejamento Automotivo 2021, evento on-line realizado por Automotive Business, mostrou que cresceram as vendas de automóveis nos demais mercados da região afora o Brasil até maio.

    Os dados da pesquisa mostram que no acumulado janeiro-maio as vendas totais do grupo formado por Argentina, Chile, Colômbia, Equador, México e Peru chegaram a 946,2 mil unidades, resultado próximo ao 1 milhão de unidades vendidas em igual período em 2019, ou seja, antes da pandemia. A variação porcentual na comparação com o volume vendido nesses países no janeiro-maio de 2020 foi 40% maior, apontou o levantamento, indicando retomada dos mercados regionais.

    No Brasil, para efeito de comparação, o resultado das vendas de automóveis no primeiro semestre também esteve perto do patamar pré-Covid. Dados da Fenabrave mostraram que as vendas na categoria somaram 804 mil unidades no período, ao passo que as vendas no primeiro semestre de 2019 chegaram a 1.065 milhão de unidades.

    Houve domínio dos modelos SUVs no mix de vendas desses países. Os utilitários esportivos responderam por 30% do total vendido nos cinco meses do ano. Os modelos sedãs, por sua vez, representaram fatia de 26% das vendas totais. Já os modelos hatches foram 18% do total vendido, enquanto as picapes responderam por 14% do total vendido.

    Com relação à motorização, os veículos com motores na faixa de 1.4 e 1.8 litros representaram 60% das vendas totais. Já os modelos com motor 1.0 representaram 27% das vendas totais. Embora em menor participação, cresce na região a fatia desses veículos no mix de vendas. Em 2017, por exemplo, eles representavam 15% das vendas totais. Caminho inverso seguem os modelos de 1.4 a 1.8. Em 2017 eles eram 67% do total vendido na região.

    Até maio, indicou o estudo, os veículos mais vendidos na região foram os da marca Nissan. Os veículos Chevrolet, ficaram na segunda colocação, e os veículos Toyota, por sua vez, ocuparam o terceiro posto. Volkswagen, Kia, Renault, Mazda, Ford, Hyundai e Suzuki fecham o ranking dos dez mais vendidos.

    Com relação aos modelos, o mais vendido no janeiro-maio foi o Nissan Versa, com 36,7 mil unidades. Na sequência, formam o grupo dos cinco mais vendidos a picape Toyota Hilux, o Nissan March, o Fiat Cronos e Chevrolet Beat Sedan, este inédito no mercado brasileiro.