Inmetro prepara 1º laboratório do Brasil para testes de bateria veicular

Projeto será desenvolvido no Rio de Janeiro em parceria com setor privado

Por REDAÇÃO AB
  • 27/08/2021 - 17:53
  • | Atualizado há 1 semana, 5 dias
  • um minuto de leitura
    Será assinado na terça-feira, 31, memorando para construção do primeiro laboratório privado de ensaios de baterias para carros elétricos do Brasil. Segundo o projeto, ele será instalado no Campus de Inovação e Metrologia do Inmetro, um parque tecnológico em Duque de Caxias (RJ).

    Participam da assinatura, além do Inmetro, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e o organismo de certificação de produtos PCN, da Coreia do Sul. O contrato legal, com as bases finais da parceria, deverá ser assinado ainda em dezembro de 2021. O laboratório deverá entrar em operação em 2023 e, segundo o Inmetro, "atende à crescente demanda mundial por carros mais econômicos e menos poluentes".

    “Algumas projeções indicam que, em 15 anos, mais de 60% da frota brasileira será de veículos elétricos ou híbridos. A partir disso, surge a importância de uma infraestrutura da qualidade do País neste segmento. Temos capacidade técnica para contribuir para o desenvolvimento de requisitos de segurança”, disse Marcos Heleno Guerson, presidente do Inmetro.

    A iniciativa está fundamentada no Marco Legal de Ciência, Tecnologia e Inovação. O Inmetro, como Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT), tem o papel de promover a integração de organizações governamentais, universidades e empresas nos projetos que promovam a inovação, passo considerado estratégico para o desenvolvimento econômico do país.

    Segundo os termos da parceria entre as partes, caberá ao Inmetro ceder espaço no Campus de Laboratórios, treinar especialistas para manter a rastreabilidade e desenvolver requisitos e programa de acreditação.

    No caso do PCN, deverá fazer a ponte com potenciais investidores, dar suporte para criação de normas e desenvolver certificação. À PUC, gerenciar os recursos arrecadados, construir laboratório e comprar equipamentos.