Automotive Business
  
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Nissan Frontier ganha participação em 2020 entre as picapes médias
Nissan Frontier é importada da Argentina desde 2018. Está à venda em quatro versões: S, Attack, XE e LE

Mercado | 30/06/2020 | 14h27

Nissan Frontier ganha participação em 2020 entre as picapes médias

Picape atingiu 7,4% do mercado no semestre, maior fatia desde 2013; no Sul do País ela alcançou 11,1%

REDAÇÃO AB

A Nissan Frontier alcançou no acumulado de janeiro a junho de 2020 3,5 mil unidades emplacadas e 7,4% de participação de mercado, sua maior fatia dentro do segmento de picapes médias desde 2013. A análise por região mostra que as maiores participações ocorreram no Sul, com 11,1%, e no Nordeste, com 9%.

O market share no Sudeste também foi expressivo, 8,1%, o maior índice para a região dos últimos sete anos. A fatia da caminhonete Nissan é menor no Centro-Oeste (4%) e no Norte do País (4,3%), mas esses resultados, segundo a empresa, foram os melhores nos últimos cinco anos para as duas regiões.

A nova geração da picape Frontier foi lançada em março de 2017, naquele momento importada do México. Em julho de 2018 a montadora inaugurou a linha de produção argentina da Frontier, em Córdoba.

A picape é trazida atualmente em quatro versões: S, Attack, XE e LE. Recebe câmbio manual ou automático, dependendo da versão. Seu motor 2.3 turbodiesel produz entre 160 e 190 cavalos, também de acordo com a versão. Vale dizer que somente picapes montadas sobre chassis foram consideradas como concorrentes no levantamento. Ficaram de fora, portanto, a Fiat Toro e a Renault Oroch.



Tags: Nissan, Frontier, picapes médias, turbodiesel, Fiat Toro, Renault Oroch.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência